Primeira fase do projeto GDA Itinerante encerra na Capital

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, maio 24, 2018 as 08:51 | Voltar

Campo Grande (MS) – Encerrou na quarta-feira (23), a primeira fase do projeto GDA Itinerante da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural). A última regional da instituição a ser visitada foi a de  Campo Grande.

“O intuito maior é mapear os gargalos em torno das atividades de Ater – Assistência Técnica e Extensão Rural. O trabalho tem sido bem interessante e, em breve, devemos apresentar um relatório com o diagnostico sobre as reuniões para a nossa diretoria”, disse o gerente de GDA Arquem Midon.

O projeto GDA Itinerante foi criado para percorrer os quatro cantos do Mato Grosso do Sul para visitar as oito regionais da Agraer (Anastácio, São Gabriel do Oeste, Naviraí, Nova Andradina, Campo Grande, Três Lagoas, Ponta Porã e Dourados).

Bandeirantes, Campo Grande, Corguinho, Dois Irmãos do Buriti, Sidrolândia, Jaraguari, Nova Alvorada do Sul, Posto Avançado Santa Mônica (Terenos), Posto Avançado no Distrito Anhanduí, Ribas do Rio Pardo, Rochedo e Terenos são as localidades que compreendem a Agraer regional de Campo Grande.  “Todo o trabalho veio para identificar as maiores demandas administrativas e gerar economia de tempo e custo com os trabalhos através de um atendimento in loco oferecido a cada uma das oito regionais da Agência”, garantiu Midon.

Atualmente, os serviços de Ater – Assistência Técnica e Extensão Rural são ofertados no Estado pela Agraer com o auxílio de oito escritórios regionais. Unidades que servem como bases de apoio à central da instituição, no Parque dos Poderes, Capital.

Texto: Aline Lira/ Fotos: Agraer regional de Campo Grande

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.