Financiamento para a Agricultura Familiar é tema de reunião com o Banco do Brasil

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, fevereiro 16, 2018 as 08:07 | Voltar

Campo Grande (MS) – A liberação de recursos para pequenos produtores e a atuação do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) em Campo Grande foram tema de reunião na última quinta-feira (15), entre o Banco do Brasil e a Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), órgão vinculado a Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Em 2018 o Banco do Brasil realizou 7 mil operações do Pronaf e para este ano tem R$ 180 milhões para financiamento da Agricultura Familiar. A reunião aconteceu hoje, justamente para que esse dinheiro, oriundo do FCO (Fundo de Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste), chegue ao destino final, fomentando atividades dos pequenos produtores.

Coordenador do Pronaf no Banco do Brasil, Haroldo Cortez Martins explica que a ideia da é resolver problemas que emperram os projetos, para dar mais fluxo ao atendimento e gerar mais resultado. “Vamos iniciar em Campo Grande como modelo para replicar para outras cidades, que também enfrentam problemas nessa categoria”.

O diretor-presidente da Agraer, André Nogueira, destacou que é importante padronizar os projetos enviados ao banco para evitar inconsistências e atrasos e, para isso, a colaboração da instituição bancária é fundamental. “Precisamos desse feedback entre ambos para otimizar o trabalho dos dois lados”.

Ao fim da reunião ficou decidido que técnicos da Agraer vão até a agência Coronel Antonino para analisar junto com o banco, um a um dos mais de 40 projetos que estão parados.  Além disso, será elaborada uma cartilha com orientações básicas para formalização de cada projeto que deve ser submetido à análise bancária.

Na tentativa de melhorar o atendimento à Agricultura Familiar em Campo Grande, o Banco do Brasil concentrou todos os processos do Pronaf na agência da Coronel Antonino a partir deste ano.

Texto: Priscilla Peres - Assessoria de Comunicação da Semagro

Fotos: Néia Maceno - Assessoria de Comunicação da Agraer

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.