Excesso de chuva provoca adiamento do projeto Saladão

Categoria: Comercialização | Publicado: quarta-feira, setembro 19, 2018 as 08:53 | Voltar

Campo Grande (MS) – As chuvas intensas dos últimos dias levou ao adiamento do início do projeto Saladão, previsto para esta quarta-feira (19.9).  O Projeto é uma parceria da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e de Ciência e Tecnologia (Sedesc), com o objetivo de oferecer à população da Capital produtos saudáveis vendidos diretamente pelos produtores.

A comercialização dos produtos é feita em um ônibus adaptado com gôndolas e umidificador de ar.

A comercialização dos produtos é feita em um ônibus adaptado com gôndolas e umidificador de ar. O veículo tem capacidade para armazenar mais de 300 kg de legumes, frutas e verduras produzidos pelos agricultores.

Inicialmente, são três comunidades rurais cadastradas para fornecer produtos para o Projeto: Associação da Comunidade Sucuri, Associação dos Produtores de Orgânicos (Organocoop) e Comunidade de Produtores Rurais de Rochedinho/Escola Agrícola.

O projeto Saladão prevê a comercialização dos produtos na Igreja do Perpétuo Socorro, Praça do Peixe (avenida Bom Pastor, Villas Boas), e em frente da Secretaria Municipal de Educação (Semed), localizada na rua Onicieto Severo Monteiro 460, Vila Margarida.

Paula Vitorino – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Fotos: Sedesc

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.