Diretoria da Agraer identifica gargalos no Assentamento Estrela, em Jaraguari

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, agosto 7, 2020 as 09:02 | Voltar

O Diretor-Presidente da Agraer André Nogueira e o Diretor Executivo Fernando Nascimento estiveram na manhã desta quinta-feira (6) no Assentamento Estrela em Jaraguari conversando e visitando lotes do assentamento para levantar dificuldades que horticultores estão enfrentando no desenvolvimento de suas atividades. Foi feito contato com um grupo liderado pelo Sr. Ramiro Moysés Neto (Miro) do lote 91, que está organizando um grupo de vinte (20) produtores. Parte desses produtores tem cultivo protegido de folhosas e tomate cereja.

Alguns estão recebendo assistência técnica do Senar, outros, porém estão necessitando de orientação.

A Agraer tem fornecido apoio técnico na elaboração de projetos de crédito rural (Pronaf) para aquisição das estufas, principalmente.

Na oportunidade a diretoria visitou quatro (4) produtores, que estão se dedicando a produção de alface crespa e americana, tomate cereja, cebolinha, couve e coentro.

As principais dificuldades relatadas são o custo de energia para irrigação e para hidroponia. A necessidade de um veículo para comercialização da produção do grupo. Equipamentos como rotoencanteirador, um micro trator e a possibilidade de apoio para instalação de energia fotovoltaica (energia solar), para redução do custo da energia.

“Os produtores que nos receberam foram: o Sr. Sebastião Rodrigues Simões do lote 114; Srª Irene Rodrigues da Rosa do lote 129, Sr. Ademar Magon Simal do lote 159 e o Sr. Miro, todos eles ficaram muito felizes com nossa visita, pois acreditam que o Governo do Estado, através da Agraer/Semagro, poderá contribuir para o desenvolvimento da atividade produtiva do Assentamento Estrela e com a melhoria de qualidade de vida e renda das famílias, além de incentivar as demais famílias a buscarem apoio da Agraer", comentou André Nogueira.

Fernando Nascimento, acrescentou: "ficamos felizes de ver como a agricultura gera postos de trabalho, especialmente, nessa época que estamos atravessando. Numa das propriedades observamos que há um ano atrás, apenas uma família trabalhava no lote, hoje, com mais um investimento em hidroponia e uma pequena área irrigada, mais quatro pessoas estão trabalhando no lote, entre filhos e colaboradores".

Texto: Fernando Nascimento – Diretor Executivo da Agraer

Fotos: Néia Maceno – Assessoria de Comunicação da Agraer

Publicado por: Alcineia Santos Maceno da Silva

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.