Coronel Sapucaia, Dois Irmãos do Buriti e Caarapó assinam convênio com Agraer em benefício de indígenas

Categoria: Proacin | Publicado: segunda-feira, março 13, 2017 as 15:56 | Voltar

Campo Grande (MS) – Com a assinatura de convênio com três prefeituras, Coronel Sapucaia, Dois Irmãos do Buriti e Caarapó, o diretor-presidente da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Enelvo Felini, autorizou a liberação de recursos para combustível e conserto de tratores em aldeias. O montante de R$ 96.811,00 faz parte do Proacin – Programa de Apoio às Comunidades Indígenas de Mato Grosso do Sul, do governo do Estado, executado pela Agraer em parceria com a Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho).

A missão do Proacin é facilitar o acesso aos insumos agrícolas a 15 mil famílias indígenas que vivem em 72 aldeias de oito etnias. “O município de Dois Irmãos do Buriti possui 10 mil habitantes e 25% são indígenas, ou seja, são 2.500 indigenas da etnia Terena. Então, esse convênio representa um incentivo a todas essas pessoas”, declarou o prefeito Edilsom Manguinha.

No País, a população indígena do Mato Grosso do Sul é a segunda maior.  O estado fica atrás apenas do Amazonas, segundo dados da Sesai - Secretaria Especial da Saúde Indígena, órgão vinculado ao Ministério da Saúde. 

Lançado em 2015, o Proacin inclui nesta edição o conserto de tratores. Todo o recurso do programa é oriundo do FIS – Fundo do Investimento Social de Mato Grosso do Sul.  “Seguimos a missão dada pelo governador Reinaldo Azambuja, quando assumimos a pasta, que é a de fortalecer a agricultura familiar do Estado. O Proacin faz parte de uma política pública de atendimento à classe rural indígena. Um trabalho que executamos em conjunto com a Sedhast”, lembrou o diretor-presidente da Agraer, Enelvo Felini.

Só neste início de 2017 o governo do Estado já investiu R$ 553.020,00 para atender as aldeias sul-mato-grossenses.  Montante que possibilitou a compra de 1.668 sacas de sementes, sendo 578 são de feijão e 1.090 de milho, além de 69.200 mil litros de óleo diesel para o abastecimento dos tratores que operam nas lavouras. 

“O nosso município, por exemplo, está em uma situação bastante difícil. A situação econômica é uma coisa que atingiu todas as prefeituras. Então, toda ajuda que viver é bem vinda. Inclusive, já vamos preparar um ofício para solicitar uma patrulha mecanizada para a agricultura familiar de Coronel Sapucaia”, afirmou o prefeito Rudi Paetzold.

Além do prefeito de Dois Irmãos do Buriti, Edilsom Manguinha, também esteve presente no ato de assinatura o secretário Municipal de Obras, Yutaka Taniguchi. Pelo município de Caarapó participou  o prefeito Mário Valério, o vereador Luís Miranda, os secretários de Saúde e de Governo e Comunicação, respectivamente, Roberto Costa e Dilermano Alves, e o presidente do Hospital São Mateus, Paulo Roberto Silva. Já pela cidade de Coronel Sapucaia esteve presente o prefeito Rudi Paetzold, o chefe de gabinete Sebastiana Rodrigues e o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Jario Horst.

 Texto: Aline Lira/ Fotos: Néia Maceno

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.