Alunos da Rede Municipal de Ensino participam de palestra sobre agroecologia

Categoria: Meio Ambiente | Publicado: quarta-feira, junho 6, 2018 as 10:55 | Voltar

Campo Grande (MS) – Em alusão a Semana do Meio Ambiente comemorada já nos primeiros dias de junho, a Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) participou, hoje (6), da ação junto a alunos da rede municipal de ensino de Campo Grande, na Praça do Rádio Clube. Com palestra na área de agroecologia, o trabalho foi programado propositalmente dentro da feira de orgânicos que acontece no local todas as quartas-feiras, das 5h às 9h.

“A conversa entre as crianças, os agricultores familiares e os nossos servidores de Ater [Assistência Técnica e Extensão Rural] foi muito oportuna. É o momento de falar de saúde e dar enfoque também ao meio rural e a sua importância para a população urbana”, disse o diretor-presidente da Agraer, André Nogueira.

Para a professora Neuzenir Moraes a atividade extraclasse complementa o trabalho desenvolvimento através de uma horta orgânica na Escola Municipal Irmã Hediti. “A gente já vem com um trabalho com os alunos sobre a questão dos vegetais, alimentação e saúde. Um trabalho incentivado pela Semed e que vem dando certo. Aqui, a gente quis mostrar que há outros lugares que também trabalham com orgânicos”.

E os pequenos gostaram tanto de ver tudo que muitos se animaram e decidiram ajudar os pais, fazendo uma compra para garantir produtos saudáveis para as refeições de hoje. “Eu quero fazer suco de limão e já comprei a alface para a salada. O orgânico não tem veneno. Na escola, a nossa hortinha também é assim”, afirma a aluna de 10 anos, Nathália dos Santos.

Questionada sobre mais coisas vinculadas ao projeto a menina tem a resposta na ponta da língua. “Lá a gente aprende que cada alimento tem o seu tempo certo para ser colhido e que entre comer alimentos orgânicos e os outros, o orgânico não leva veneno”.

Além de passear pela feira e conversar com os agricultores familiares, os alunos participaram da palestra ministrada pela servidora da Agraer, Denise de Miranda, que coordena os trabalhos da instituição na aérea de agroecologia.

Batata-doce de polpa alaranjada e roxa, cará de polpa roxa, ora-pro-nóbis, taioba, inhame, araruta e hibisco foram alguns dos alimentos apresentados aos estudantes que juntos com os seus professores que aprenderam a identificá-los e quais os seus principais benefícios dentro da deita humana.

Texto: Aline Lira/Fotos: Néia Maceno - Assessoria de Comunicação da Agraer

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.