Agraer fomenta DAP’s e garante primeiro Pronaf A dentro de assentamento Jacob Franciosi

Categoria: Japorã | Publicado: segunda-feira, maio 7, 2018 as 15:43 | Voltar

Campo Grande (MS) – Após nove anos de fundação o Projeto de Assentamento (PA) Jacob Franciosi/Princesa do Sul, no município de Japorã, agricultores familiares já comemoram a emissão das primeiras DAP’s – Declaração de Aptidão do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). Esse documento serve como uma identidade para o pequeno produtor, pois é a principal porta de entrada para as públicas de comercialização de alimentos dentro da merenda escolar, refeições hospitalares, entre atendimentos em outras instituições.

O trabalho é fruto da cooperação da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) junto às 263 famílias que vivem na comunidade. “Todo o trabalho vem em decorrência do convênio assinado pelo governador Reinaldo Azambuja com o Incra no ano de 2016. Só com essa parceria é que passamos a fazer as vistorias dentro do assentamento que é da reforma agrária. O trabalho é feito e a documentação direcionada ao Incra”, explicou a coordenadora da Agraer de Japorã, Chaiana Schaffer.

E outros benefícios já estão sendo colhidos dentro do assentamento. O agricultor familiar Paulo Milltstat que já tem em mãos o contrato do Pronaf A. Linha essa que é concedida aos pequenos produtores da Reforma Agrária e, também, do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF).

“Com a DAP já consegui R$ 26.500 mil em financiamento. Dinheiro que vai dar para comprar seis vacas. São animais que já estão para criar e que têm origem de leite, boa produção ao contrário das minhas que têm produção, mas não têm muita quantidade”, informou o produtor que vem contabilizando, futuramente, a média de produção, “se antes eu tirava 40 a 50 litros de leite por dia, agora, será possível chegar até 100 litros de leite/dia”.

Dentro do sítio Paraíso já há um rebanho com 20 vacas entre as que estão e as que não estão no período de lactação. “O sítio é de 12 hectares e boa parte da área é destinada para o pasto. E a Agraer vem fazendo um excelente trabalho com a gente, a Chaiana mesmo é uma profissional bem atenciosa. Os técnicos elaboraram meu projeto para o Pronaf e toda dúvida tiro com eles”, garantiu Paulo.

Ao todo, 15 DAPs já foram expedidas dentro dessa força tarefa da Agraer de Japorã. “A gente não tem palavras para descrever a felicidade, e agradece as parcerias como a prefeitura que nos ajudou com combustível para as diversas vistorias realizadas”, disse a coordenadora.

“Também é importante ressaltar a importância do convênio firmado em 2017 entre o Incra de Mato Grosso do Sul e a Agraer, pois facilitou o trabalho, oferecendo agilidade nos processos e proximidade entre os órgãos”, complementou Chaiana.

Para o agricultor familiar Paulo o trabalho é mais uma etapa de crescimento. “Por vários anos eu trabalhei com lavoura de mandioca enquanto ia fazendo a estruturação do leite, comprando gado. Hoje, mexo só com leite e estou bem feliz. O assentamento tem uma história de muitas idas e vindas, espero que saia outros Pronafs e DAPs aqui. Esses trabalhos ajudam muito para quem está na luta, no trabalho com a terra”, finalizou.

Texto: Aline Lira/ Foto: Agraer de Japorã - Assessoria de Comunicação da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.